PLANTANDO DÁ, SIM

RECICLAR É PRECISO

RECICLAR É PRECISO
RECICLAR É PRECISO. O MAIS, SERÁ PRECISO? Viver com alegria é viver em paz e harmonia. É olhar com a alma, observar com o coração, agir em conformidade com a natureza. Somos tanto mais necessários quanto mais úteis, em equilíbrio com o todo. Somos um; você sou eu e tudo o que o afeta, afeta a mim, também.

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

segunda-feira, 25 de junho de 2012

ONDE ANDARÁ DOLORES?

        Muitos anos atrás conheci Dolores. Frequentei-lhe o apartamento, no sexto andar da Rua Maria Paula, logo após o Viaduto Jacareí, em um grande prédio rosa pálido com varandas floridas.
          Conheci sua família, que compunha, na ocasião, dez irmãos, ao todo. Dos dez que eram, travei relações com ela, Dolores, suas irmãs, Imaculada e Núria, os irmãos Pablo (o mais jovem), Javier (o doce Javier, estudante de medicina) e José Maria (este, de visita ao Brasil, em férias, noivo de uma moça italiana).
          Jovens, tínhamos sonhos, planos. Que foram concretizados, perderam-se ou foram suplantados por novos projetos de vida.
          Lembro com saudades das sopas de grãos-de-bico (gravanço) - eu, descendente, eles, todos espanhóis, da Catalunha -, das tardes perdidas a ouvir música e das longas conversas. Ou do nada fazer. Dos aviõezinhos de papel.
          O tempo passou. Com a Internet, procurei-os no Orkut, no Face. Não os encontrei.
          Ficaram as saudades e a esperança de que, em algum lugar neste mundo de meu Deus estejam bem.

DA PIRÂMIDE ETÁRIA, DO PRECONCEITO E DOS ATUAIS PICTOGRAMAS

Nos idos de setenta, uma moça de 25 anos, solteira, não seria coisa boa. Nessa idade já receberia a alcunha de "solteirona" e teria dificuldades em encontrar um parceiro. Alguém de 30 anos era considerado velho.
O marido - que podia trair -, não se submetia à traição. Os tribunais abraçavam a causa da "mancha da honra do marido". Houve, à época, uma enquete feita pela equipe do Fantástico, e a população - homens e mulheres - estavam de acordo: o homem pode trair; a mulher, não.
O tempo passou. O divórcio veio, ficou e não demoliu a instituição do casamento. As mulheres, que antes estudavam para casar, passaram a estudar visando a um futuro material, independente da contribuição do marido, que antes era o provedor.
Hoje uma mulher de trinta anos é considerada jovem. Nessa idade despontam, afirmam-se. Quem não assistiu o filme De Repente 30, protagonizado por Jennifer Garner, representando uma adolescente  que sonha ter trinta anos?


sexta-feira, 22 de junho de 2012

FEIRA DE ADOÇÃO EM SANTO ANDRÉ

Adoção de animais

imagem: 105869_Papel-de-Parede-Cachorro-e-Gato_1024x768.jpg, mbs-euamocaes.blogspot.com

Neste domingo, 24 de junho, das 10 às 15 horas, acontece no Parque central, em Santo André, uma feira de adoção de animais.
Serão 82 cães e 39 gatos em busca de um novo lar.
Para adotar é preciso ser maior de idade, apresentar RG, CPF e comprovante de endereço.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

BAZAR BENEFICENTE DA ASSATEMEC ACONTECE EM JUNHO



Divulgando! 


O evento acontecerá na praça da matriz (Rua Padre Miguel, 93), das 09 às 17 horas, entre os dias 05 e 09 de junho., praça da matriz.

Contará com roupas, calçados, panelas, eletrodomésticos e eletroeletrônicos. Toda a renda obtida será em prol da escola Eleazar de Carvalho, que atualmente proporciona ensino gratuito de música a 200 jovens e crianças, proporcionando uma formação musical e profissional de qualidade, além do intercâmbio cultural em eventos musicais de notoriedade.

MILENA BONIOLO DESPOLUI ÁGUA COM CASCA DE BANANA




As cascas de bananas são lixo orgânico e se decompõem. No entanto, as toneladas de casca de banana jogadas no lixo ajudam na superlotação dos aterros e liberam gases, nocivos ao meio ambiente.

A jovem química brasileiro Milena Boniolo, especialista em tratamento de águas residuárias, garante que, além de ser alternativa ao desperdício de alimentos no país, o uso da casca da banana para livrar a água de metais pesados é uma das opções mais viáveis e baratas para as indústrias nacionais.

Essa foi a tese de mestrado defendida pela química paulista, que agora procura pequenas empresas dispostas a aplicar a técnica.


ANO INTERNACIONAL

2008 foi o Ano Internacional dos Recifes de corais;
2009, o Ano Internacional da Astronomia;
2010, o Ano Internacional da Biodiversidade;
2011, o Ano Internacional das Florestas, assim como o Ano Internacional da Química;
2012, tanto o Ano Internacional da Economia Sustentável como o Ano Internacional das Cooperativas (não deixe de ler Cooperativas de Trabalho, Sua Relação com o Direito do Trabalho, de Marcelo Jose Ladeira Mauad, pela LTR).
Por falar em economia sustentável, imperdível o artigo da Época (p. 84) da edição nº 49 (maio de 2012), sobre o ambientalista das bicicletas. Um uruguaio, Juan Muzzi, por doze anos dedicou-se a pesquisas e testes. Criou, enfim, uma bike leve, barata e eficiente, feita com garrafas PET recicladas. Melhor que os modelos convencionais. Isso é crescimento sustentável.
Logo estaremos em 2013. Após doze meses para treinarmos reciclagem , reutilização e nos conscientizarmos, adquirindo produtos ecologicamente corretos, chegará a vez de 2013, o Ano Internacional da Cooperação pela Água. Aproximadamente 11% da população mundial não possui acesso à água potável e mais de 15% continua vivendo sem redes de esgoto. Para tentar mudar essa realidade, a ONU proclamou 2013 como o Ano Internacional da Cooperação pela Água.

SE A MULHER É BONITA DE VERDADE...



Houve um desafio, no programa Pânico na Band: duas Panicats eram tão parecidas - essa moda de cabelo igual! - que foram desafiadas a alterar o visual.
Pois bem: uma delas corta os cabelos e tinge suas madeixas de vermelho fogo (ou rosa?). A outra Panicat? Teve os longos e loiros cabelos raspados em rede nacional.
A garota, Babi Rossi optou: "se é para mudar, vou mudar de uma vez". Surgiram, rapidamente, diversos comentários nas redes sociais. O ibope do programa disparou.
É claro que deve ter rolado um cachê alto para que a jovem aceitasse a missão. 
Mas apesar de toda a controvérsia e a expectativa negativa da menina, ela ficou linda! Aliás, ela é linda, e poucas garotas superariam a "carequice" com tanto glamour.
Em apoio, seu namorado também raspou os cabelos, passando a exibir a calva.
Em outro programa, a equipe - e é claro, Babi Rossi - visitam crianças e adolescentes com câncer do Graacc e da Casa Hope. O mote? "Você pode ser linda, ainda que careca". Entre brincadeiras e piadas - nem sempre engraçadas, estava ali "a careca", mais bela do que a maioria das mulheres que aquelas crianças ou adolescentes jamais conheceram.
Babi, que talvez passasse apagada em sua atuação no programa, a despeito de seus dotes físicos - como de ordinário ocorre - passa a ser assediada pela mídia. Ela merece: é linda, seja com longos e loiros cabelos, seja careca.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

ARQUIVO DO BLOG