PLANTANDO DÁ, SIM

RECICLAR É PRECISO

RECICLAR É PRECISO
RECICLAR É PRECISO. O MAIS, SERÁ PRECISO? Viver com alegria é viver em paz e harmonia. É olhar com a alma, observar com o coração, agir em conformidade com a natureza. Somos tanto mais necessários quanto mais úteis, em equilíbrio com o todo. Somos um; você sou eu e tudo o que o afeta, afeta a mim, também.

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

MAIS ORQUÍDEAS PARA A COLEÇÃO. MINHAS PRECIOSIDADES!

As duas primeiras, ganhei de minha filha, e florem pela segunda vez, no habitat criado debaixo do coqueiro. As demais, são presente do meu amor-marido. 

AL CANTON DO FORUM DE SÃO BERNARDO: PORQUE A VIDA NÃO É APENAS DORMIR, TRABALHAR E COMER

Trabalhei por mais de cinco anos no fórum de São Bernardo, na 2ª Vara Cível. 
Sexta-feira matei as saudades dos amigos e visitei o restaurante instalado no prédio, o Al Canton, onde, além de saborear mais uma vez seu café expresso adoçado com açúcar mascavo (que adoro!) também almocei. 
À parte dos pratos, variados e saborosos, a decoração encanta, fruto da criatividade da proprietária, sempre gentil e atenciosa. Muitos detalhes originais e muito charme.
A ENTRADA DO SALÃO
Logo à entrada do salão, a estreita parede foi decorada com tecido florido (chita) e debruada por uma fita de cetim verde e bordado inglês vermelho. O efeito é maravilhoso! Tudo fixado com cola branca, recebeu o conjunto espelho e mesinha com flores. Um luxo!
UM QUADRO FLORIDO
Em um quadro, adiante, mais

NIVER COM OS AMIGOS: NÃO TEM PREÇO!

 Final de semana com os amigos. Churrasco, bolo-surpresa, praia, curtir as fruteiras. 
Há coisas, na vida, que não têm preço.










Seja leal. Respeite os

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

CARTAGENA+30: PAÍSES DA REGIÃO ADOTAM PLANO COMUM PARA ERRADICAR APATRIDIA ATÉ 2024

Compromisso foi assumido durante a comemoração do 30º Aniversário da Declaração de Cartagena para Refugiados para acabar com o problema das pessoas sem pátria na América Latina e o Caribe.
Foto de grupo da cerimônia de encerramento da Reunião Ministerial em Brasília, com adoção da Declaração e Plano de Ação de Brasil. Foto: ACNUR/B.Barata
Foto de grupo da cerimônia de encerramento da Reunião Ministerial em Brasília, com adoção da Declaração e Plano de Ação de Brasil. Foto: ACNUR/B.Barata
Países da América Latina e do Caribe concordaram nesta quarta-feira (03) em trabalhar juntos para defender e apoiar os mais altos padrões de proteção regional e internacional e também soluções inovadoras para proteger refugiados e deslocados, acabando com o problema da apatridia na região.
Estes compromissos, incluídos na Declaração e Plano de Ação do Brasil, são o principal resultado da reunião ministerial ocorrida em Brasília, que encerrou nesta

ONU ALERTA: MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM SE TORNAR IRREVERSÍVEIS

“O tempo não está do nosso lado, os líderes precisam agir”, disse secretário-geral da ONU no lançamento de novo relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC).
Usina a carvão em Kosovo polui o ar. Foto: World Bank/L. Aliu
Usina a carvão em Kosovo polui o ar. Foto: World Bank/L. Aliu
O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) lançou, neste domingo (02), o Relatório Síntese do Quinto Relatório de Avaliação da instituição. O documento alerta que as mudanças climáticas, se não forem controladas logo, vão aumentar a probabilidade de

BRASIL DOARÁ Á ONU 25 MILHÕES PARA COMBATER EBOLA

50% desse montante destina-se à Organização Mundial da Saúde (OMS), 26% ao Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), 18% ao Programa Mundial de Alimentos (PMA) e 6%, para o Fundo Fiduciário que ajuda a financiar a Missão da ONU. 
Unidade de tratamento de ebola em Serra Leoa. Foto: ONU/Ari Gaitanis
Unidade de tratamento de ebola em Serra Leoa. Foto: ONU/Ari Gaitanis
O governo brasileiro anunciou uma doação de 25 milhões de reais a agências das Nações Unidas para combate ao vírus do ebola e apoio à população em Guiné, Libéria e Serra Leoa.
De acordo com nota emitida pelos Ministérios das Relações Exteriores e da Saúde, cerca de 50% desse montante destina-se à Organização Mundial da Saúde (OMS), para atenção às populações infectadas e

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

DIVISÓRIA VIVA: DIVIDINDO AMBIENTES COM TREPADEIRAS. DESCOBRINDO OS AMBIENTES AOS POUQUINHOS

Queria dividir espaços, para que quem caminhasse não tivesse a visão do todo (não gosto de descobrir tudo à primeira olhada; gosto do inusitado, da descoberta, do encanto dos detalhes).
A opção, neste espaço, foi pela trepadeira viva: um pé de maracujá doce. Suas flores, belíssimas, encantam, e a folhagem esconde, para que os passos revelem o que há por vir (leia, a propósito, a postagem MEU PÉ DE MARACUJÁ OU COMO FAZER MUDAS DE MARACUJAZEIRO, em 

UMA HORTA EM CASA: COMO SERIA A SUA?

Existem várias maneiras de se cultivar uma horta caseira: vasos, floreiras, garrafas pet, latas ou potes. Suspensas, em nichos, sobre bancadas ou diretamente na terra: o espaço e os materiais à mão, em geral, ditarão a forma e o estilo.
Para nossa horta, pensamos no tempo, já que espaço há. No tempo que, invariavelmente, virá acompanhado de dores nas costas e falta de mobilidade.
Então, imaginamos uma cultura que estivesse ao alcance de nossas mãos e fosse prática no trato. Nestas fotos, a horta está pronta e serve, por hora, como viveiro de novas mudas, receptáculo de plantas até o

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

LIMÃO CAIPIRA, LIMÃO-CRAVO: TUDO DE BOM. Para chá, tempero, salada e,claro, limonada.

 Limão caipira, limão-rosa, limão-cravo, limão-francês, limão-vinagre. Não sei onde você mora, mas talvez conheça uma espécie de limão muito conhecida no interior de São Paulo.
Jamais vi o fruto em bancas de feira, mas em Ibiúna, onde morei, é comum nos quintais.
Parece uma tangerina (ou mexerica) e quem não conhece o pé pode se confundir.
As fotos aqui tiradas mostram as frutas da última produção.
Há dois anos nosso pé quase veio abaixo, pois não frutificava. Pé velho e inútil.
Um pouco de

COISAS DA JUSTIÇA

foto: Escola Superior do Ministério Público
Naquela época o juiz, hoje desembargador, era professor. 
Durante a audiência, um seu aluno defendia o réu, do crime de assassinato. Crime contra a honra, é julgado pelo tribunal do júri. E os jurados se convenceram da inocência do réu.
Encerrado o ato, o professor se dirigiu à carceragem, para cumprimentar o pupilo. Quase lá, ouve o réu, agora absolvido:
- Puxa, doutor! Mais um pouco e até eu teria acreditado que não matei.
Ouvir o comentário, a esta altura, nenhum resultado prático poderia oferecer, pois o

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

COMO PODAR UMA CERCA VIVA

Use como guia um barbante.
Amarre-o em duas pontas e terá a altura e a largura definidos.
Em seguida, basta podar com a tesoura, seguindo a guia, feita com o fio. O que exceder, acima ou além deve ser podado.
Ficou simples?
Clique nas imagens para

UMA FLOREIRA DIFERENTE, FEITA COM PASTILHAS

Um jogo de pastilhas: branco, preto e cinza.
A parede amarela e o colorido das flores ganharam destaque e o conjunto, harmonia. Que tal?
Clique nas fotos e veja os detalhes.


Seja leal. Respeite os direitos autorais. 
Faça uma visita aos blogs. Terei prazer em recebê-lo. Seja um seguidor. Para acompanhar as publicações, clique na caixa “notifique-me”:
Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great week!
Maria da Glória Perez Delgado Sanches

A planter DIFFERENT, MADE WITH PADS

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

ARQUIVO DO BLOG