PLANTANDO DÁ, SIM

RECICLAR É PRECISO

RECICLAR É PRECISO
RECICLAR É PRECISO. O MAIS, SERÁ PRECISO? Viver com alegria é viver em paz e harmonia. É olhar com a alma, observar com o coração, agir em conformidade com a natureza. Somos tanto mais necessários quanto mais úteis, em equilíbrio com o todo. Somos um; você sou eu e tudo o que o afeta, afeta a mim, também.

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Construtora Aires Costa é proibida pela justiça de comercializar imóveis. Residenciais Golden Parque, Quálitas, Portal do Parque, Cristal do Parque e Mirante do Parque estão com problemas

Pois é. Comprar apartamento na planta é um risco muito alto. Quanto não se é enganado pelo vendedor, na contratação, recebe-se o apartamento - quando e se ele é entregue - carregado de defeitos. Nada é como o combinado.

Segundo a reportagem do Correio Brasiliense, "Infelizmente, o caso da Aires Costa é muito mais comum do que se imagina."


A construtora Aires Costa Ltda. está proibida de comercializar imóvel ou fazer qualquer tipo de publicidade no Distrito Federal. A decisão é da 19ª Vara Cível de Brasília, que concedeu liminar acatando o pedido de ação civil pública movida pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), em virtude de “inúmeras irregularidades apuradas” no...
inquérito. A multa diária pelo descumprimento da decisão é de R$ 10 mil.

Residencial Golden Parque: construção inacabada e, segundo a Terracap, um saldo devedor de R$ 2,5 milhões
A Aires Costa, cujo nome fantasia é Elo Construtora e Incorporadora, está envolvida em um escândalo que lesou 500 famílias que compraram imóveis em um dos cinco empreendimentos da empresa em Águas Claras. Os proprietários de unidades nos prédios Golden Parque, Quálitas, Portal do Parque, Cristal do Parque e Mirante do Parque ainda não receberam a escritura ou mesmo o apartamento no prazo combinado. O Golden Parque, por exemplo, só ficou na estrutura básica. Isso ocorreu porque a construtora praticou um tipo de golpe parecido com o da Encol, que lesou 43 mil famílias em todo país.

O Ministério Público iniciou uma investigação contra a Aires Costa no fim de 2011, depois de receber várias denúncias contra a empresa. Em fevereiro do ano passado, realizou uma audiência pública para ouvir os dois lados da questão e recomendou aos mutuários pararem de pagar as prestações porque o prejuízo era inevitável. Depois disso, abriu uma ação civil contra a companhia e o seu proprietário, Ricardo Martins Soares. O processo foi protocolado em 13 de março deste ano e a liminar suspendendo a comercialização foi concedida pela Justiça 9 dias depois. Procurado por telefone, o empresário não retornou a ligação da reportagem do Correio até o fechamento desta edição.

Indenização
O autor da ação civil, o promotor Guilherme Fernandes Neto, da 4ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor, além de pedir a proibição da comercialização de novos imóveis pela Aires Costa, quer que as famílias lesadas recebam indenização de R$ 14 milhões por danos morais, assim como o ressarcimento das prestações pagas pelos compradores, reposição dos danos negativos (lucros cessantes), no valor equivalente à locação de imóvel semelhante ao que deveria ter sido entregue no prazo previsto em contrato.

Infelizmente, o caso da Aires Costa é muito mais comum do que se imagina. Em outro escândalo recente, a construtora JMartini lesou mais de 1,1 mil famílias no DF em 11 empreendimentos. O proprietário, Argemiro José Martini, e outros cinco acusados foram condenados, em 1º de março, a quase 40 anos de prisão (soma de todas as condenações). Foram feitas 43 acusações pelo promotor Fernandes Neto e a juíza Ana Claudia de Oliveira Costa Barreto, da 5ª Vara Criminal de Brasília, acatou 42, menos uma: formação de quadrilha.

[Correio Brasiliense]



Comente, divulgue, assine. Será sempre bem recebido!
Conheça mais. Faça uma visita aos blogs disponíveis no meu perfil: artigos e anotações sobre questões de Direito, Português, poemas e crônicas ("causos"): http://www.blogger.com/profile/14087164358419572567.
Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.

Maria da Glória Perez Delgado Sanches
Membro Correspondente da ACLAC – Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências de Arraial do Cabo, RJ.
Postar um comentário

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

ARQUIVO DO BLOG