PLANTANDO DÁ, SIM

RECICLAR É PRECISO

RECICLAR É PRECISO
RECICLAR É PRECISO. O MAIS, SERÁ PRECISO? Viver com alegria é viver em paz e harmonia. É olhar com a alma, observar com o coração, agir em conformidade com a natureza. Somos tanto mais necessários quanto mais úteis, em equilíbrio com o todo. Somos um; você sou eu e tudo o que o afeta, afeta a mim, também.

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

terça-feira, 14 de junho de 2016

DOE SANGUE. DOE VIDA E SALVE VIDAS. Um gesto de amor ao próximo. A posição do estoque é crítica.

Em Orlando, mal divulgado o episódio do ataque na boate gay Pulse, a população correu a doar sangue, mobilizada. Os bancos ficaram abarrotados.
Aqui, os estoques dos bancos de sangue estão baixíssimos, em especial os dos tipos sanguíneos O+ e O-. Não bastasse os impedimentos temporários (se você fez tatuagem ou maquiagem definitiva, por exemplo) e o frio (ao menos nos estados do sul e sudeste), não temos o costume de doar uns poucos minutos e um pouco de vida ao próximo neste gesto de amor tão necessário.
Informe-se e dirija-se a um dos postos de coleta do material.
Se for mais fácil, você pode organizar uma coleta externa na empresa em que trabalha, na universidade em que estuda ou, mesmo, em...
sua comunidade. Juntar amigos para uma causa tão nobre: pense nisso!
Pense na oportunidade de organizar um evento em que todos contribuam para um mundo melhor e descubram que doar faz bem. Muito bem. 
Torne a doação um hábito. Seu coração vai agradecer!


Coletas Externas
Pró-Sangue disponibiliza Coleta Externa em empresas, universidades e comunidades
A Pró-Sangue disponibiliza um programa de Coleta Externa de doação de sangue. Idealizado em 1995, o serviço realiza campanhas em parceria com empresas, universidades e comunidades.
Os interessados no serviço devem entrar em contato com a Divisão de Medicina Transfusional da Pró-Sangue para obter orientações técnicas sobre a infra-estrutura e condições necessárias para a realização da coleta.
Dentre os requisitos exigidos, recomenda-se que as instituições reúnam grupos a partir de 70 pessoas, bem como disponham de instalação adequada provida de uma área bem ventilada e iluminada, de no mínimo 100 metros quadrados, com bebedouro e banheiros próximos. O local deve conter mobiliário mínimo que inclua mesas, cadeiras e lixeiras disponíveis.
Já da parte da Pró-Sangue, é necessária uma logística que se estrutura principalmente na disponibilização de van, de uma equipe formada por médicos, enfermeiros, biologistas e auxiliares das áreas técnica e administrativa, lanche, cadeiras para doação e equipamentos.
Preenchidos os pré-requisitos, os interessados podem fazer o agendamento com a Dra. Sandra Esposti, que gerencia as datas disponíveis. O local destinado é vistoriado e aprovado com antecedência por profissionais técnicos. Na data acordada, a equipe desloca-se até o local, efetuando a coleta de bolsas de sangue.
O serviço de Coleta Externa da Pró-Sangue funciona às terças e quintas-feiras.
Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 4573-7500, ramais 7676 ou 7515, de segunda a sexta, das 7 às 13 horas, ou pelo e-mail coletaexterna@prosangue.sp.gov.br.

HEMOCENTROS DO BRASIL. PESQUISE:
http://www.prosangue.sp.gov.br/hemocentros/Default.aspx

POSTO DE COLETA DA FUNDAÇÃO PRO-SANGUE NA GRANDE SÃO PAULO
Postos de coleta
Posto Clínicas
Av. Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 155 1º andar - Cerqueira César - São Paulo
ver mapa
De segunda a sexta-feira, das 7 às 18h00 (a partir de 01/03/16)
Sábados, feriados e emendas, das 8 às 17h00 (a partir de 01/03/16) 
Domingos, 1º e 3º de cada mês, das 8 às 13h00 
Fechado nos demais domingos
- Estacionamento gratuito para carros (com altura máxima de 2m) (exceto para carros com sistema Sem Parar/Via Fácil), por até duas horas: Estacionamento Garagem Subterrânea Clínicas (R. Dr. Eneas Carvalho de Aguiar, 260)
- Estacionamento para motos: há 6 vagas gratuitas sujeitas à disponibilidade e sem cobertura de seguro, em área específica dentro do HC, reservada a esse tipo de veículo (R. Dr. Ovídio Pires de Campos, antes da cancela, do lado esquerdo)

Posto Dante Pazzanese
Av. Dr. Dante Pazzanese, 500 - Ibirapuera - São Paulo
ver mapa
De segunda a sexta, das 8 às 17h00    
Sábados, 2º e 4º de cada mês, das 8 às 16h00 (a partir de junho/2016)
Fechado aos domingos e feriados
Estacionamento gratuito para carros, mediante disponibilidade de vagas (clique aqui para ver localização e detalhes)

Posto Regional de Osasco
R. Ari Barroso, 355 - Presidente Altino - Osasco*
ver mapa
Temporariamente a entrada é pela Rua Oswaldo Collino, por motivos de reforma do Hospital
De segunda a sexta-feira, das 8 às 16h30
Sábados, das 8 às 16h00
Fechado aos domingos e feriado
Dia 13/06 (segunda-feira): funcionamento normal, das 08 às 16h30 (feriado Municipal em Osasco)

Posto Barueri
R. Angela Mirella, 354 Térreo - Jd. Barueri - Barueri
ver mapa
* próximo à Av. Sebastião Davino dos Reis
De segunda a sexta-feira, das 8 às 16h00
Fechado aos sábados, domingos e feriados
Dia 24/06 (sexta-feira): FECHADO (feriado Municipal em Barueri)

Posto Mandaqui
R. Voluntários da Pátria, 4227 - Mandaqui - São Paulo
ver mapa
De segunda a sexta-feira, das 12h45 às 18h00
Fechado aos sábados, domingos e feriados

Posto Pedreira
R. João Francisco de Moura, 251 - Vila Campo Grande - São Paulo
ver mapa
* No Hospital Geral de Pedreira, próximo ao Shopping Interlagos
De segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h30
Fechado aos sábados, domingos e feriados
- Estacionamento gratuito para carros e motos (exceto para carros com sistema Sem Parar/Via Fácil), durante o período de doação
De 10/06 a 27/06, de segunda a sexta-feira: das 07h30 às 12h00

QUEM NÃO PODE DOAR?
Em quais situações você não poderá doar sangue
Na triagem de doadores, a Fundação Pró-Sangue obedece a normas nacionais e internacionais, como as do Ministério da Saúde, Associação Americana e Conselho Europeu de Bancos de Sangue. O alto rigor no cumprimento dessas normas visa oferecer segurança e proteção ao receptor e ao doador.
Estão relacionadas abaixo as principais causas de inaptidão à doação de sangue. Entretanto, esta relação não esgota o assunto. Algumas situações não estão incluídas nesta lista e serão definidas no ato da triagem clínica pela enfermeira ou pelo médico que realizará o seu questionário.
* O uso de alguns medicamentos impede a doação temporária ou definitivamente. Informe-se pelo Alô Pró-Sangue sobre medicamentos, exames, cirurgias e tratamentos médicos que tenha realizado ou esteja em andamento, e que não esteja na relação abaixo.

Você não poderá doar sangue se:
» tiver idade inferior a 16 anos ou superior a 69 anos.
Obs.: o limite superior para a primeira doação é 60 anos. Quem tem 61 anos ou mais e nunca doou está inapto. 
» tiver peso inferior a 50 kilos.
» estiver com anemia no teste realizado imediatamente antes da doação.
» estiver com hipertensão ou hipotensão arterial no momento da doação.
» estiver com aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos no momento da doação.
» estiver com febre no dia da doação.
» estiver grávida.
» estiver amamentando, a menos que o parto tenha ocorrido há mais de 12 meses.
obs.: o doador não poderá doar se vier acompanhado de crianças menores de 13 anos sem a presença de um outro adulto para cuidar delas.

Você estará impedido de doar sangue:
1. por 48 horas:
» se recebeu vacina preparada com vírus ou bactéria mortos, toxóide ou recombinantes. Ex.: cólera, poliomielite (salk), difteria, tétano, febre tifóide (injetável), meningite, coqueluche, pneumococo.
» se recebeu vacina contra gripe.

2. por sete dias:
» se teve diarréia.
» após terminarem os sintomas de gripe ou resfriado.
» após a cura de conjuntivite.
» extração dentária (verificar uso de mediação).
» tratamento de canal (verificar medicação).

3. por duas semanas:
» após o término do tratamento de infecções bacterianas (uso de antibióticos).
» após a cura de rubéola.
» após a cura de erisipela.

4. por três semanas:
» após a cura de caxumba.
» após a cura de varicela (catapora).

5. por quatro semanas:
» se recebeu vacina de vírus ou bactérias vivos e atenuados. Ex.: poliomielite oral (sabin), febre tifóide oral, caxumba, febre amarela, sarampo, bcg, rubéola, catapora, varíola etc.
» se recebeu soro antitetânico.
» após a cura de dengue.
» cirurgia odontológica com anestesia geral.

6. por oito semanas (somente para homens):
» após uma doação de sangue. Esse período deve ser ampliado para 16 semanas se houve doação dupla de hemácias por aférese.

7. por 12 semanas (somente para mulheres):
» após uma doação de sangue (para mulheres). Esse período deve ser ampliado para 24 semanas se houve doação dupla de hemácias por aférese.
» após parto normal ou abortamento.

8. por três meses (independente se homem ou mulher):
» se foi submetido a apendicectomia.
» se foi submetido a hemorroidectomia.
» se foi submetido a hernioplastia.
» se foi submetido a ressecção de varizes.
» se foi submetido a amigdalectomia.

9. por seis meses a 01 ano:
» se foi submetido a uma cirurgia de médio ou grande porte como por exemplo: colecistectomia, histerectomia, tireoidectomia, colectomia, esplenectomia pós trauma, nefrectomia etc.
» após a cura de toxoplasmose comprovada laboratorialmente.
» qualquer exame endoscópico (endoscopia digestiva alta, colonoscopia, rinoscopia etc); se com biópsia, é necessário avaliação do resultado.
» Se fez piercing.
Obs: piercing na cavidade oral ou genital, devido ao risco permanente de infecção, implica em inaptidão por 12 meses após a retirada.

10. por 12 meses:
» se recebeu uma transfusão de sangue, plasma, plaquetas ou hemoderivados.
» se recebeu enxerto de pele.
» se sofreu acidente se contaminando com sangue de outra pessoa.
» se teve acidente com agulha já utilizada por outra pessoa.
» se teve contato sexual com alguma pessoa com aids ou com teste positivo para hiv.
» se teve contato com prostituta ou com outra pessoa que recebeu ou pagou com dinheiro ou droga pelo ato sexual.
» se teve contato sexual com usuário de droga endovenosa.
» se teve contato sexual com pessoa que tenha recebido transfusão de sangue nos últimos 12 meses.
» se teve relação sexual com pessoa com hepatite.
» se fez tatuagem ou maquiagem definitiva.
» se teve sífilis ou gonorréia.
» se foi detido por mais de 24 horas.

11. por cinco anos:
» após a cura de tuberculose pulmonar.

12. você nunca poderá ser doador de sangue se:
» tem ou teve um teste positivo para hiv.
» teve hepatite após os 10 anos de idade.
» já teve malária.
» tem doença de chagas.
» recebeu enxerto de duramater.
» teve algum tipo de câncer, incluindo leucemia.
» tem graves problemas no pulmão, coração, rins ou fígado.
» tem problema de coagulação de sangue.
» é diabético com complicações vasculares ou em uso de insulina.
» teve tuberculose extra-pulmonar.
» já teve elefantíase.
» já teve hanseníase.
» já teve calazar (leishmaniose visceral).
» já teve brucelose.
» já teve esquistossomose hepatoesplênica
» tem alguma doença que gere inimputabilidade jurídica.
» se foi submetido a transplante de órgãos ou de medula.
Fonte: Fundação Pro-Sangue
Respeite o direito autoral.
Gostou? Há mais postagens que talvez interessem a você. Faça uma visita. É só acessar:

BELA ITANHAÉM

TROCANDO EM MIÚDOS

"CAUSOS": COLEGAS, AMIGOS, PROFESSORES

GRAMÁTICA E QUESTÕES VERNÁCULAS
PRODUÇÃO JURÍDICA
JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (O JUIZADO DE PEQUENAS CAUSAS)

e os mais, na coluna ao lado. Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.
Um abraço!
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great week! 

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches
Postar um comentário

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

ARQUIVO DO BLOG