PLANTANDO DÁ, SIM

RECICLAR É PRECISO

RECICLAR É PRECISO
RECICLAR É PRECISO. O MAIS, SERÁ PRECISO? Viver com alegria é viver em paz e harmonia. É olhar com a alma, observar com o coração, agir em conformidade com a natureza. Somos tanto mais necessários quanto mais úteis, em equilíbrio com o todo. Somos um; você sou eu e tudo o que o afeta, afeta a mim, também.

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

AMPLIE SEUS HORIZONTES. LIBERTE-SE!


 De  maneira geral, sou uma pessoa "pra cima". 
Mas sucumbo, às vezes - claro, né? -, aos obstáculos. Depois vejo que a coisa não era tão assim um elefante. Estava mais para uma formiguinha superdimensionada.
Funciona assim: quando a gente enxerga até aqui (apenas alguns...



Em geral sou uma pessoa "pra cima". 

Mas sucumbo, às vezes - claro, né? -, aos obstáculos. Depois vejo que a coisa não era tão assim um elefante. Estava mais para uma formiguinha superdimensionada.

Funciona assim: quando a gente enxerga até aqui (apenas alguns palmos de nosso nariz), não vemos o horizonte, o mais, o ao redor. 

Se pudéssemos ver além, saberíamos que há mais a nossa espera, que o mundo é grande e há espaço e coisas boas nos esperando. Mas a visão limitada restringe nossas perspectivas, deprime, abate.

Feche os olhos, por um momento e veja (com os olhos da mente) uma paisagem maravilhosa, que está dentro de você. Abra os olhos, agora. Sinta o exterior renovado.

Se não deu certo, tente outra vez, devagarinho. Respire fundo e traga para o presente, o agora, o mar, as montanhas, o jardim, o pôr-do-sol, aquilo que você ama (pode até acompanhar de um fundo musical seu).

Não, não estou voando. É uma questão de extrapolar limites, aliviar a mente, ter a consciência de que o momento vivido é fugaz e a vida é curta; mais curto ainda o alcance de nossa compreensão.

Então não vale a pena se prender às formiguinhas. Liberte-se!

Escreva, comente. Se para elogiar, obrigada. Mas posso ter pecado e truncado o texto, cometido algum erro ou deslize (não seria a primeira vez). Comentando ajudará a mim e àqueles que lerão o texto depois de você. Culpa minha, eu sei. Por isso me redimo, agradeço e tentarei ser melhor, da próxima vez. 


 Obrigada pela visita!

QUER RECEBER DICAS? SIGA O BLOG. 

SEJA LEAL. NÃO COPIE, COMPARTILHE.
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Respeite o direito autoral.
Gostou? Clique, visite os blogs, comente. É só acessar:

VERDEGLÓRIA TERRÁRIOS E ARTESANATO ECOLÓGICO

BELA ITANHAÉM

MEU QUADRADO 

"CAUSOS": COLEGAS, AMIGOS, PROFESSORES

GRAMÁTICA E QUESTÕES VERNÁCULAS
PRODUÇÃO JURÍDICA
JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (O JUIZADO DE PEQUENAS CAUSAS)

e os mais, na coluna ao lado. Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.
Um abraço!
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great week! 


Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

Close your eyes for a moment and see (with your mind's eye) a wonderful landscape that is within you. Open your eyes now. Feel the renovated exterior. If it did not work, try again, slowly. Take a deep breath and bring to the present, the now, the sea, the mountains, the garden, the sunset, what you love (you can even follow a musical background of yours).

Cierra los ojos por un momento y ver (con el ojo de la mente) un paisaje maravilloso que está dentro de ti. Abrir los ojos. Siente el exterior renovado. Si no funciona, intente de nuevo, lentamente. Tome una respiración profunda y traer al presente, el ahora, el mar, las montañas, el jardín, la puesta del sol, lo que le gusta (incluso se puede realizar un seguimiento de un musical suya fondo).
Postar um comentário

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

ARQUIVO DO BLOG