PLANTANDO DÁ, SIM

RECICLAR É PRECISO

RECICLAR É PRECISO
RECICLAR É PRECISO. O MAIS, SERÁ PRECISO? Viver com alegria é viver em paz e harmonia. É olhar com a alma, observar com o coração, agir em conformidade com a natureza. Somos tanto mais necessários quanto mais úteis, em equilíbrio com o todo. Somos um; você sou eu e tudo o que o afeta, afeta a mim, também.

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

quarta-feira, 10 de junho de 2015

UMA CORTINA DIFERENTE: USE APLICAÇÕES, PINTURA, FITAS E CADARÇOS. E quem sabe conchas e contas?

 É possível criar uma cortina única, original, um modelo alegre, imprimindo personalidade ao ambiente.
A ideia partiu desta cortina, exposta em uma loja de Itanhaém. Peixes pintados, desfiado, cadarços ou barbante e o informal, muito delicado, separava os ambientes.
Você pode fazer o efeito desfiado puxando fios e, depois, chulear o tecido, para que os fios restantes não... (clique em "mais informações" para ler mais)
saiam do lugar.
Me encantei e fiz a minha, para o quarto de hóspedes: renda branca e um tecido estampado com flores, com bom caimento. Fitas amarradas e a sobra, pendurada como xale.
O que restou do tecido: um xale 
Tudo é muito simples, fácil. Agulha e linha, um pouco de imaginação e mãos à obra.
Que tal fitas penduradas, cochichos, trapinhos, aplicações?
Penso (e talvez o faça) em pendurar um fio, com contas e conchas amarradas. 
Voilà!
A foto ficou meio desfocada. Mas consegue enxergar as fitas?
Seja leal. Respeite os direitos autorais. 
Faça uma visita aos blogs. Terei prazer em recebê-lo. Seja um seguidor. Para acompanhar as publicações, clique na caixa “notifique-me”:
Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great week!
Maria da Glória Perez Delgado Sanches

A CURTAIN DIFFERENT: USE APPLICATIONS, PAINTING, TAPES AND laces. And who knows shells and beads? It can create a single curtain, unique, a cheerful model, printing personality to the environment. The idea came this curtain, exposed in a Itanhaém store. Painted fish, shredded, laces or string and informal, very delicate, separated environments. You can make the frayed yarn end drawing and then overcast fabric, so that the remaining wires do ...
Una cortina DIFERENTE: utilizar aplicaciones, pintura, cintas y cordones. Y quién sabe conchas y perlas? Se puede crear una única cortina, único, un modelo alegre, la personalidad de impresión para el medio ambiente. La idea surgió esta cortina, expuesta en una tienda de Itanhaém. Pintado de pescado, triturados, cordones o cuerdas y muy delicadas, ambientes informales, separados. Usted puede hacer el dibujo extremo del hilo deshilachado y luego la tela cubierto, de manera que los cables restantes lo hacen ...
Postar um comentário

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

ARQUIVO DO BLOG