PLANTANDO DÁ, SIM

RECICLAR É PRECISO

RECICLAR É PRECISO
RECICLAR É PRECISO. O MAIS, SERÁ PRECISO? Viver com alegria é viver em paz e harmonia. É olhar com a alma, observar com o coração, agir em conformidade com a natureza. Somos tanto mais necessários quanto mais úteis, em equilíbrio com o todo. Somos um; você sou eu e tudo o que o afeta, afeta a mim, também.

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

80% dos casos de diabetes ocorrem em nações em desenvolvimento


No Dia Mundial da Diabetes, agência alerta para incidência de 350 mil pessoas com a condição, que pode agravar problemas renais; tabaco e álcool aumentam fatores de risco.


Teste de glicose. Foto: OMS
 A Organização Mundial da Saúde, OMS, estima que 350 mil pessoas no mundo tem diabetes e 80% estão nos países em desenvolvimento. Nesta quarta-feira, Dia Mundial da Diabetes, a agência ressalta que a condição agrava outros problemas de saúde, como...
deficiências renais.
O uso de álcool, de tabaco e uma vida sedentária aumentam os fatores de risco em diabéticos. A OMS prevê que as mortes relacionadas a doença podem aumentar em dois terços até o ano de 2030.
Hábitos 
O garçom Tiago da Silva, de 35 anos, descobriu que tem diabetes há dois anos. De Nova York, ele contou à Rádio ONU que os cuidados são diários e os custos, muito altos.
"A diabetes muda tudo, muda tudo na vida da gente. Eu, por exemplo, adorava comer doce, massa, pão e infelizmente tem que parar de comer, tem que mudar os hábitos alimentares completamente. Hoje em dia, eu faço caminhada, 30 minutos todos os dias. Tomo insulina três vezes ao dia. Quando eu compro, compro suplementos para 90 dias. Então de três em três meses, eu gasto entre US$ 1,3 mil e US$ 1,4 mil."
A OMS define a diabetes como uma doença crônica que ocorre quando o pâncreas não produz insulina suficiente, o que leva a um aumento nos níveis de açúcar no sangue.
Em mensagem sobre o Dia Mundial da Diabetes, o Secretário-Geral da ONU ressaltou que "atividades físicas e dietas são métodos eficazes de prevenção e devem ser promovidos pelos governos".
Diagnóstico
Ban Ki-moon destacou que os "cuidados primários de saúde devem ser reforçados para que a diabetes possa ser diagnosticada e tratada em fase inicial". Ban defendeu ainda que as companhias de saúde "desenvolvam medicamentos de baixo custo" e também aparelhos para checar o nível de açúcar no sangue.
No ano passado, a Assembleia Geral reconheceu a diabetes e outras doenças não-transmissíveis como desafios para a saúde global.
Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.
Fonte: Rádio ONU. Blog parceiro, cadastrado. Ao reproduzir, cite a fonte.


Maria da Glória Perez Delgado Sanches

Membro Correspondente da ACLAC – Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências de Arraial do Cabo, RJ.


Conheça mais. Faça uma visita blogs disponíveis no perfil: artigos e anotações sobre questões de Direito, português, poemas e crônicas ("causos"): http://www.blogger.com/profile/14087164358419572567
Pergunte, comente, questione, critique.
Terei muito prazer em recebê-lo.
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great weekend!
Postar um comentário

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

ARQUIVO DO BLOG