PLANTANDO DÁ, SIM

RECICLAR É PRECISO

RECICLAR É PRECISO
RECICLAR É PRECISO. O MAIS, SERÁ PRECISO? Viver com alegria é viver em paz e harmonia. É olhar com a alma, observar com o coração, agir em conformidade com a natureza. Somos tanto mais necessários quanto mais úteis, em equilíbrio com o todo. Somos um; você sou eu e tudo o que o afeta, afeta a mim, também.

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

quinta-feira, 20 de junho de 2013

NOSSO DINHEIRO (DURAMENTE ARRANCADO PELOS IMPOSTOS E DEMAIS TRIBUTOS) FOI DESTINADO A INGRESSOS PARA OS POLÍTICOS (E NATURALMENTE SUAS FAMÍLIAS) ASSISTIREM AOS JOGOS, EM CAMAROTES VIPS

Foto: Rio de Janeiro, 20 de junho de 2013

É comum o Legislativo definir o "salário" de seus membros (que pouco ou nada trabalham), com reajustes muito acima da inflação do período. Veja, todos os anos, como são votados os aumentos, no Congresso, na Assembléia Legislativa, na Câmara de Vereadores de sua cidade. É vergonhoso. 

O povo? Bem, o povo...

O caso é que, como o assunto é Copa - do Mundo e das Confederações - e o protesto nacional contra a corrupção que grassa impregnada, há tempos, tanto no Legislativo como no Executivo, em todos os planos, bem atuais são as notícias publicadas pela Folha e o Estadão:  nosso dinheiro (duramente arrancado pelos impostos) foi destinado a ingressos para políticos (e naturalmente suas famílias) assistirem aos jogos, em camarotes vips, com direito a comes e bebes.  Ingresso grátis, as melhores acomodações, boca livre. 

E pensar que a Revolução Francesa teve...
como estopim o "tumulto do pão", em virtude da carestia. Enquanto o Rei Sol esbanjava, a população passava fome. O povo se revoltou e estourou a Bastilha. O resto, bem, faz parte da História.

Aqui, a gota d'água é o aumento de R$ 0,20 no preço da passagem de ônibus. O rei e os amigos do rei passam muitíssimo bem, obrigada. O povo? Há muito não sabe o que é educação, saúde, segurança e transporte público.

Para o povo, pão e circo: pão seco, sem preocupações com o futuro (Construção, de Chico Buarque, e muitas outras músicas do tempo da ditadura, tornaram-se tão atuais!); circo pela TV, pois os assentos estão reservados.

Quem paga? O povo, sempre o povo.

  

Políticos têm ingresso fácil para Copa das Confederações
Diferentemente do que ocorre no site da Fifa e nas bilheterias, os ingressos para a abertura da Copa das Confederações no sábado ainda não acabaram no Congresso Nacional. A Fifa, o Comitê Organizador Local, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e o governo do Distrito Federal ainda se mobilizam para tentar atender aos parlamentares que não querem ficar fora da estreia da seleção brasileira contra o Japão. Os pedidos são para camarotes e devem ser atendidos.
Integrante da direção da Federação Paulista de Futebol e sócio de Marco Polo Del Nero, que comanda a FPF e é homem forte da CBF, o deputado Vicente Cândido (PT-SP) é quem tem concentrado os pedidos. Com bom trânsito entre os cartolas e prestígio por ter atendido a muitas exigências da Fifa na Lei Geral da Copa, o petista tem se desdobrado para tentar não deixar nenhum colega interessado vendo a partida pela televisão.
“Pelo menos 80 deputados pediram. Ao todo são cerca de 350 ingressos para camarotes. Vamos tentar atender todo mundo”, disse Cândido.
De acordo com o que apurou o Estado, além de atender à demanda dos parlamentares que pediram bilhetes, os organizadores ofereceram entradas para as principais autoridades do Legislativo e do Judiciário.
Chegaram, inclusive, a propor camarote exclusivo. Os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN), e do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, porém, não estarão em Brasília no sábado. Por meio da assessoria, o STF negou ter recebido entradas. No Senado e na Câmara, os bilhetes ainda não foram recebidos, mas já houve informação sobre o convite.
A assessoria de Alves disse que as 19 entradas prometidas pelos organizadores serão repassadas a funcionários do gabinete.
SOBRAS
A expectativa no Congresso é de que na última hora sobrem alguns desses ingressos VIPs e que sejam repassados aos líderes partidários para atender demandas pontuais. Alguns parlamentares que pediram os ingressos estão apreensivos por ainda não ter recebido os bilhetes.
Muitos nem sequer programaram viagens de retorno a suas bases eleitorais pelo fato de o jogo acontecer em Brasília. Um deles chegou a brincar que nessa semana seria possível realizar votações na sexta-feira, dia em que não há quórum em Brasília, porque os parlamentares geralmente vão para suas bases eleitorais.
A Secretaria Extraordinária da Copa do governo do Distrito Federal negou que haverá distribuição de ingressos a políticos por integrantes da administração direta, mas observou que o BRB e a Terracap compraram 1,4 mil bilhetes da Fifa para ações de marketing e relacionamento de instituições.
O Estado não recebeu resposta da assessoria da Fifa. Nas últimas semanas, patrocinadores da Fifa também procuraram alguns parlamentares oferecendo entradas. Nesse caso, porém, as restrições são maiores e era preciso avisar com antecedência quem usaria o bilhete, o que fez alguns dos parlamentares dispensarem o presente.
Fonte: O Estado de São Paulo

Órgãos públicos gastaram ao menos R$ 4 mi em ingressos da Copa das Confederações
Vai rolar a festa Órgãos públicos gastaram ao menos R$ 4 milhões na compra de ingressos da Copa das Confederações, que começa amanhã. A Terracap, estatal do Distrito Federal, gastou R$ 2,8 milhões em 1.000 ingressos e um camarote com 18 lugares para receber, segundo o governo do DF, "personalidades da cidade e potenciais investidores''. O Banco do Brasil gastou R$ 1,3 milhão para convidar clientes de alta renda. A Caixa Econômica Federal adquiriu 146 ingressos por R$ 265 mil.
Só VIPs O Banco do Brasil diz que a prática é comum no mercado bancário e não informa a quantidade de camarotes ou ingressos, alegando estratégia comercial.
Loteria A CEF diz que adquiriu os ingressos para ''promover campanha interna de vendas junto à rede lotérica do banco'', e não forneceu mais esclarecimentos.
Exportação Apex, agência federal de exportações, gastou R$ 445.780 com a compra de 1.987 ingressos para compradores estrangeiros, investidores e empresas.
Local 1 A Prefeitura do Recife gastou R$ 250 mil por um camarote e 459 entradas. A assessoria não informou quem irá ao camarote e disse que os ingressos serão dados a estudantes municipais.
Mimos A maioria dos ingressos vendidos para esses órgãos faz parte de um pacote chamado "hospitality". Ele inclui serviços de bufê, aperitivos e bebidas antes e depois dos jogos, além de brindes.
Mimos 2 A Caixa adquiriu ingressos na categoria "Match Lounge", com mesas e balcão com aperitivos, bebidas e área de boas vindas com atendentes multilíngues.
Check-in A Infraero escalou diretores para darem plantão nos aeroportos de 5 das 6 sedes da Copa das Confederações (o de Brasília é privatizado) nas datas de jogos e dias subsequentes, para avaliar e resolver problemas.
Alarme Diante do aumento da repressão aos protestos de ontem contra o aumento nas tarifas de transporte público, aliados de Geraldo Alckmin se preocupavam com a demora do governador em condenar energicamente a violência policial.
Monitoramento A Presidência tem recebido relatórios da Prefeitura de São Paulo sobre os protestos. Os informes dizem que movimentos como o Passe Livre não têm controle sobre a situação ou sobre os manifestantes.
É a inflação O PSDB nacional deve usar os protestos em capitais para bater na tecla de que Dilma Rousseff começa a ser alvo de insatisfação da população por conta do aumento do custo de vida, e não apenas das passagens.
Impasse Às 19h, os manifestantes disseram a representantes da prefeitura que encerrariam a caminhada caso fossem recebidos por Fernando Haddad. Ele disse que não negociaria enquanto mantivessem o protesto.
Mudou? Historicamente críticos à repressão de protestos, vereadores do PT diziam ontem antes do auge do confronto que a polícia agiu corretamente ao deter militantes com pedras. "Foi uma ação preventiva para evitar depredação", disse Alfredinho.
Mãozinha Aécio Neves elogiará o Programa Recomeço, do governo Geraldo Alckmin, que financia o atendimento de dependentes de crack, na propaganda do PSDB de São Paulo, a ser exibirá na TV a partir do dia 21.
Visita à Folha Ilan Goldfajn, economista-chefe do Itaú Unibanco, visitou ontem a Folha, a convite do jornal, onde foi recebido em almoço. Estava acompanhado de Rui Dantas, assessor de imprensa.
Fonte: Vera Magalhães, da Folha de São Paulo


Comente, divulgue, assine. Será sempre bem recebido!
Conheça mais. Faça uma visita aos blogs disponíveis no perfil: artigos e anotações sobre questões de Direito, Português, poemas e crônicas ("causos"): http://www.blogger.com/profile/14087164358419572567.
Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.

Maria da Glória Perez Delgado Sanches
Membro Correspondente da ACLAC – Academia Cabista de Letras, Artes e Ciências de Arraial do Cabo, RJ.

Postar um comentário

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

ARQUIVO DO BLOG