PLANTANDO DÁ, SIM

RECICLAR É PRECISO

RECICLAR É PRECISO
RECICLAR É PRECISO. O MAIS, SERÁ PRECISO? Viver com alegria é viver em paz e harmonia. É olhar com a alma, observar com o coração, agir em conformidade com a natureza. Somos tanto mais necessários quanto mais úteis, em equilíbrio com o todo. Somos um; você sou eu e tudo o que o afeta, afeta a mim, também.

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

terça-feira, 14 de julho de 2015

PÔR DO SOL EMBALADO AO SOM DE VIOLINO. O PARAÍSO PERFEITO

A caminho do curso, na agitação das ruas, o violoncelo. Me sinto em Paris, na Paulista. Outra noite, um violino, na Augusta. A música que encanta, domina, eleva.
Lenir nos visitou outro dia, na casa da praia. Ela contou que passou certa vez uma temporada em Bertioga, onde assistia todos os dias o nascer e o pôr do sol. 
O pôr do sol tinha...
um diferencial: um violinista tocava, só e concentrado, sobre uma elevação.
A partir de então, ela apreciava os dois, o espetáculo da natureza e o humano, enlevada. 
Contou a um conhecido e o topo passou a ser tomado por diversas cadeirinhas dobráveis, de apreciadores calados, embasbacados. Um show para poucos.
Procurei referências na internet e encontrei a musa violinista Belle Soares, que encanta as noites em um bar paraibano. Bela, famosa, uma fada, é perfeita. 
Procuro entretanto o violinista solitário que, anônimo, embevecia aquelas tardes calmas de Bertioga.
Quem sabe ele não descobre as belezas de Itanhaém?
O paraíso estaria perfeito.


Seja leal. Respeite os direitos autorais. 
Faça uma visita aos blogs. Terei prazer em recebê-lo. Seja um seguidor. Para acompanhar as publicações, clique na caixa “notifique-me”:
Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great week!
Maria da Glória Perez Delgado Sanches

DUSK TO PACKED VIOLIN SOUND. PARADISE PERFECT The way the course, the bustle of the streets, the cello. I feel in Paris, Paulista. Another night, a violin, in Augusta. The song's charming, dominates, rises. Lenir visited us the other day at the beach house. She said she went once a season in Bertioga, where every day watching the sunrise and sunset. The sunset had ...
OSCURIDAD DE ENVASADO VIOLÍN DE SONIDO. PARADISE PERFECTA La forma en el curso, el bullicio de las calles, el violonchelo. Me siento en París, Paulista. Otra noche, un violín, en Augusta. Con encanto, domina de la canción, se eleva. Lenir nos visitó el otro día en la casa de playa. Ella dijo que fue una vez por temporada en Bertioga, donde todos los días viendo el amanecer y el atardecer. La puesta de sol tenía ...
Postar um comentário

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

ARQUIVO DO BLOG