PLANTANDO DÁ, SIM

RECICLAR É PRECISO

RECICLAR É PRECISO
RECICLAR É PRECISO. O MAIS, SERÁ PRECISO? Viver com alegria é viver em paz e harmonia. É olhar com a alma, observar com o coração, agir em conformidade com a natureza. Somos tanto mais necessários quanto mais úteis, em equilíbrio com o todo. Somos um; você sou eu e tudo o que o afeta, afeta a mim, também.

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

VAMOS LÁ! CLIQUE PARA SEGUIR!

sábado, 25 de junho de 2016

PALMITO: RISCO DE BOTULISMO OU "AÇAÍ" E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Comentei, há dias, sobre a exploração sustentável do "açaí de juçara".
Até hoje há muitas empresas clandestinas de palmito, que trabalham sem qualquer higiene: além de eliminarem árvores, que levaram muitos anos para chegar à idade adulta, oferecem o risco de contaminação por botulismo, uma doença terrível. 
A melhor alternativa para o juçara (o tradicional palmito, gordo e delicioso) é o...
açaí de juçara, que você pode ter em casa, no jardim. As sementes, deliciosas, também atraem passarinhos.
Demora até dar os frutos?
É claro. Qualquer árvore tem o seu tempo de desenvolvimento. 
Você pode obter mudas gratuitamente em sua cidade, mas se tem pressa é só adquirir uma muda maior.
Se você não passa sem palmito (eu não como mais), existe o pupunha, como opção. Não tão saboroso, mas ainda assim nobre e, como regra, não oferece o risco de se contrair botulismo.

Polícia apreende palmito juçara em empresa clandestina de Mogi
A Polícia Militar Ambiental flagrou, na manhã desta quarta-feira (22), uma empresa clandestina de palmito juçara em Mogi das Cruzes. A ocorrência aconteceu em uma propriedade próxima à Estrada do Nagao. Uma pessoa foi levada para a delegacia para averiguação.

A polícia chegou ao sítio onde funcionava a empresa depois de uma denúncia anônima. Segundo a polícia, o homem que foi levado para a delegacia seria um dos responsáveis pelo palmito. Do lado de fora da propriedade haviam grandes quantidades de casca do palmito juçara. Dentro da casa, em sacos, haviam pelo menos 280 unidades já separadas.
No local foram encontrados ainda fogareiro para o cozimento e frascos. A chefe da vigilância sanitária de Mogi das Cruzes, Débora Iolanda Cardoso dos Santos, explica que o local funcionava sem licença. “A Vigilância recebeu chamado da Polícia Ambiental e constatou que existe um local onde está sendo processado palmito de maneira irregular. Então, é um lugar sem licença e sem as mínimas condições de higiene”.
A vigilância alerta que o produto encontrado não tinha condições de ser consumido. “O risco maior é o botulismo, que se desenvolve em produtos em conserva processados de maneira irregular, e que é uma doença gravíssima. Hoje, a venda do palmito é muito difícil de identificar a origem, então é importante sempre ficar atento com as notas fiscais”, explica.
No local, a vigilância encontrou alguns rótulos que teriam sido clonados. “Como não foi encontrado nenhum produto já pronto, a gente não sabe se os rótulos estavam sendo utilizados para venda ou se estavam sendo apenas retirado para reaproveitamento do vidro”.
O local será autuado pela vigilância por falta de licença e pela higiene. A ocorrência ainda era registrada no início da noite desta quarta-feira, na Delegacia do Meio Ambiente de Mogi das Cruzes.
Fonte: G1 Mogi das Cruzes e Suzano.  Foto: Palmito pupunha – bacellarfoods.com

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Respeite o direito autoral.
Gostou? Há mais postagens que talvez interessem a você. Faça uma visita. É só acessar:

BELA ITANHAÉM

TROCANDO EM MIÚDOS

"CAUSOS": COLEGAS, AMIGOS, PROFESSORES

GRAMÁTICA E QUESTÕES VERNÁCULAS
PRODUÇÃO JURÍDICA
JUIZADO ESPECIAL CÍVEL (O JUIZADO DE PEQUENAS CAUSAS)

e os mais, na coluna ao lado. Esteja à vontade para perguntar, comentar ou criticar.
Um abraço!
Thanks for the comment. Feel free to comment, ask questions or criticize. A great day and a great week! 

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches
Postar um comentário

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.

DÊ UMA CHANCE PARA SEUS SONHOS. DA CIDADE GRANDE PARA A CASA NA PRAIA, COM UM GRAAAAAANDE TERRENO.
Ser feliz é uma opção e você é livre para viver a vida. Escolha seu sonho. Vale a pena.

QUEM SOU EU

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

ARQUIVO DO BLOG